GeralGossip

Acusação no caso da morte de Sara Carreira é chumbada na Relação

O processo estava parado há sete meses, e volta quase à estaca zero.

Há desenvolvimentos no processo referente ao acidente que vitimou a filha de Tony Carreira na zona da A1 em Santarém.

O Ministério Público (MP) havia recorrido, mas a Relação de Évora acabou por rejeitar o recurso e mandou fazer toda a acusação no processo do acidente que vitimou Sara Carreira.

Basicamente a juíza de instrução criminal anulou a acusação e fez com que o processo tivesse ficado parado 7 meses. Segundo o CM, ‘o MP recusou corrigir o despacho e recorreu da nulidade para Relação. O processo volta agora para trás.’

A procuradora foi mesmo arrasada pelos juízes desembargadores, “Não tem razão, nem numa coisa, nem noutra. (…)”. Até porque o MP alegou que “a instrução visa a comprovação judicial da decisão de deduzir acusação ou de arquivar o inquérito e não sindicar a linha investigatória do Ministério Público durante o inquérito”.

O juízes desembargadores responderam que “no despacho recorrido também não se “dá ordens” para que o Ministério Público proceda a qualquer diligência investigatória.

Leia Também: Tony Carreira: “Estou há dois anos para saber o que é que aconteceu à minha filha”

Publicidade

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo