Big BrotherTVI

Big Brother. Rui Baptista deixa colegas em lágrimas: “A vida fez com que me tornasse cuidador…”

Rui Baptista do Big Brother escolheu contar ontem uma parte da sua vida e uma passagem em particular.

Rui Baptista é cuidador há cerca de dois anos, uma opção de vida que já conhecíamos desde a sua entrada, mas o colegas só souberam ontem.

“A vida desde há muitos anos fez com que me tornasse cuidador e porque penso sempre nos mais próximos em tudo o que faço. Eu tenho uma família muito pequena e basicamente sou o único homem da minha família, portanto tenho um conjunto de mulheres à minha volta que me apoiam sempre e, em contrapartida, sinto que tenho a missão sempre de cuidar delas“, começou por explicar.

Cuido da minha avó há dois anos. A minha avó já perdeu os dois filhos, morreram os dois primeiro que ela: a minha tia morreu com 44 anos e o meu pai com 48. O meu pai morreu de cancro, de forma fulminante. Eu tive aquelas situação que, muitas vezes, vemos nos filmes de os médicos nos chamarem à parte e nos dizerem, no meu caso, que o meu pai tinha 6 meses de vida. Logicamente que, naquele momento, a minha vida mudou, não quis acreditar, mas o que é facto é que o meu pai morreu 27 dias depois“, continuou.

“A situação, sendo assim, nunca poderia deixar a minha avó sozinha… Logo a seguir ao meu pai falecer, o meu avô também morreu, a minha avó vivia sozinha e quando eu comecei a perceber que a minha avó não tinha capacidade para levar os seus dias de forma autónoma, decidi ir buscar a minha avó e trouxe-a para minha casa e, desde há dois anos, que a minha avó vive comigo. E tem sido muito bom e espero tê-la durante mais algum tempo“.

Leia Também: Tudo aldrabado nos agricultores da SIC! Tinha duas finais só para mostrar “desfechos felizes”

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo