Gossip

Fernanda Serrano: “Fui um caso real de discriminação por ter histórico clínico grave”

Fernanda Serrano assinalou a aprovação do diploma do chamado ‘direito ao esquecimento’.

A atriz destacou que é “muito importante quando fazemos seguros” e denunciou: “Fui um caso real de discriminação por ter histórico clínico grave… agora temos esta hipótese. Seriedade e honestidade por vezes não compensa, parece fazerem crer!“.

Incrivelmente infeliz a sensação de não podermos ser considerados ‘eleitos’ para podermos ter um seguro de saúde!“, lamentou a também apresentadora da TVI, que já lutou contra um cancro da mama em 2008.

De referir que este diploma – aprovado pelos deputados da Comissão de Orçamento e Finanças – prevê que os doentes curados de cancro, VIH e diabetes deixam de poder ser discriminados ao contrair créditos bancários ou fazer seguros.

Leia Também: Sara Norte prepara-se para o casamento: “Já tenho data e tudo, depois eu partilho”

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo