Gossip

Queixa na PJ e diretora do Agrupamento de Centros de Saúde do Porto Oriental foi suspensa

“Já fizemos uma denúncia à Polícia Judiciária, já fizemos uma denúncia aos IGAS (Inspeção-Geral das Atividades em Saúde)“

A diretora do Agrupamento de Centros de Saúde do Porto Oriental, foi suspensa após a vacinação de jovens de 18 anos. Aliás, foi apresenta queixa na PJ.

O vice-almirante Gouveia e Melo confirmou a informação, “Já fizemos uma denúncia à Polícia Judiciária, já fizemos uma denúncia aos IGAS (Inspeção-Geral das Atividades em Saúde) e já pedi ao presidente da ARS Norte que, dentro da sua hierarquia, tirasse as conclusões imediatas daquele ato, que é um ato que não devia ter acontecido“.

Leia Também: Maria Cerqueira Gomes deixa nova boca após polémica com a vacinação da filha

“Consagra uma desobediência ao plano. Alguém com responsabilidade, resolve, fora do plano, inovar e vacinar pessoas que não estão, neste momento, elegíveis. (…) Eu não posso demitir pessoas, mas pedi à estrutura para tirar consequências rapidamente. Tem que haver disciplina“, diz ainda.


Recordo que a polémica rebentou após se saber que a filha de Maria Cerqueira Gomes, de 18 anos foi vacinada. Foi a própria Maria Cerqueira Gomes, de 38 anos, que partilhou a informação que a filha foi vacinada. [aqui]

Vídeo aqui

Leia Também: Joana Albuquerque é atacada após criticar apoio do estado a José Cid

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo