Gossip

Viúvo de Maria João Abreu não consegue ultrapassar a dor e sofrimento

João Soares, o viúvo de Maria João Abreu que morreu há um mês vítima de dois aneurismas, continua de rastos.

O músico João Soares continua em sofrimento e não consegue superar a dor e ferida do coração da perda da mulher da sua vida.

“Faz hoje um mês. Um mês sem ti. Um mês de vazio. Um mês de luto. E um mês de luta! De luta para encontrar sentido nesta vida longe de ti. Para encontrar uma explicação que conforte. Que acalme. Que traga paz. Pelo menos, alguma. Mas ainda não… ainda não encontrei… nada…”, começa por dizer o viúvo de Maria João Abreu.

Hoje, um mês depois da tua partida, é o dia do “teu” santo. Dia de Santo António. Daquele a quem pediste o amor. A quem pediste o amor, sem saber que viria a ser eu. Daquele a quem te me entregou… Daquele que nos uniu… E me soprou com a maior das sortes: partilhar a vida contigo. Da forma intensa que ambos gostamos. A única que conhecemos e sabemos. E que sorte tive! Que sorte EU tive!!!!!”, continuou


“Quase 13 anos juntos… para agora nos apartarem, tão abrupta e violentamente. E valeu a pena?… Sim! Óbvio que sim. Todos os micro-segundos… mas todos mesmo! As coisas boas, eram boas. Claro. Mas até as coisas más, eram boas também. Porque havia amor. Havia sempre amor. Um Amor que saía delas mais forte. Rejuvenescido. Incondicional. Intemporal. Eterno. Minha João. Meu amor. A saudade aumenta. A dor aumenta. E o amor permanece. A crescer. Ainda a crescer. Sempre. Como sempre. Para sempre. 13 de Maio, dia de Nossa Senhora de Fátima. 13 de Junho, dia de Santo António. 13 anos juntos”, concluiu.

Leia Também: Isabel Silva vai à SIC mandar bocas à TVI? “Quando me pisam os calos sinto-me estagnada”

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo