GeralGossip

Cláudio Ramos conta “dia de raiva. De desespero…Só vemos escuro e não encontramos o fim”

Cláudio Ramos através de uma tatuagem partilhou uma reflexão sobre amor próprio e relembrou momentos difíceis da sua vida

O apresentador das manhãs da TVI, fez uma reflexão no seu Instagram, hoje 10 de Junho.
Cláudio Ramos fala sobre a tatuagem que “Raramente me lembro que a tenho mas faz-me todo o sentido”.

Trata-se de um coração na face posterior do braço, tatuado com um coração e a palavra “ama-te”, o colega de Maria Botelho Moniz conta como surgiu essa “estampagem” no corpo, “Foi feita num dia de raiva. De desespero. Numa fase péssima. Todos temos aqueles momentos onde não nos sentimos queridos, desejados, amados. Onde nada nos corre bem, nada faz sentido e questionamos tudo. Só vemos escuro e por muito que se procure não encontramos o fim de uma fase para conseguir começar a estrada de novo. Foi numa dessa fases onde duvidei de tudo que resolvi tatuar, para não me esquecer do que passei”.

 

” (…) mas acima de tudo para não cometer os mesmos erros e que no dia que perder a estima que tenho por mim perco muitas coisas, uma delas o amor próprio e isso é o princípio de um fim que aparece sem se anunciar. Vem devagar e em silêncio e quando damos por ele está instalado e toma conta do resto. E o resto… pode custar a ir embora. Quando vai!

Por isso, aconteça o que acontecer, digam os outros o que disserem ama-te. Muito e sempre. Ao contrário do que diz e julga, gostarmos de nós nunca é demais.

🖤 Ama-te”, conclui.

Ora vê:

Leia também: Ana Garcia Martins revelou que o ex queria reconciliação, mas já tinha outra e acabou casamento por email

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo