Geral

Coca-Cola responde a Cristiano Ronaldo

Cristiano Ronaldo esteve na conferência de imprensa com Fernando Santos para o Euro 2020 e já deu que falar.

Cristiano Ronaldo não gostou de ter à sua frente duas garrafas de Coca-Cola (patrocinador), retirou as garrafas e disse que bom é água.

O vídeo que já está viral, teve implicações na cotação da marca de refrigerantes na bolsa.

O jornal ‘Marca’, analisou os dados da bolsa de Nova Iorque e a brincadeira de Ronaldo teve impacto negativa no valor de mercado da Coca-Cola
As ações da marca desvalorizarem 1,6%, o que representa cerca de 4 mil milhões de euros.


A Coca-Cola reagiu através de um “porta-voz” que referiu ao Daily Mail, que “aos jogadores é oferecida água, assim como Coca-Cola e Coca Zero, à chegada às nossas conferências de imprensa (…) toda a gente tem direito às suas preferências no que se refere a bebidas”.

Fonte oficial da UEFA que disse que sem a Coca-Cola, seria impossível “organizar um torneio com tanto sucesso para jogadores e adeptos”.

Existe “uma longa tradição de apoiar todos os desportos nos seus vários níveis que tem sido fundamental para garantir o desenvolvimento do futebol em toda a Europa”.

Ainda referem que tem uma oferta de bebidas “para todos os gostos e necessidades — desde água a bebidas desportivas isotónicas, sumos, café e chá”.

Leia Também: Brincadeira de Ronaldo pode ter resultado em perdas de 4 mil milhões na bolsa

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo