BB2020

Jéssica Nogueira faz desabafo: “Quando entrei num reality show, nunca imaginei a repercussão que iria ter na minha vida”

Jéssica Nogueira ficou conhecida no Big Brother 2020 e depois entrou no Duplo Impacto, onde se apaixonou por Gonçalo Quinaz.

Na tarde desta quarta-feira, 27 de outubro, a jovem publicou um longo texto no Instagram, em tom de desabafo, sobre o mundo da fama: “Quando há 2 anos entrei num reality show em Portugal, nunca imaginei a repercussão que iria ter na minha vida. Há momentos que questiono mesmo se fiz a escolha correta quando entrei no BB2020. Gerou-me imensos followers e engagement, alem de ter conhecido pessoas que levo para a minha vida. Essa é a parte positiva que depois é residualmente camuflada pelos efeitos nefastos trazidos também por um programa de televisão“.

Aprendi que as pessoas que vivem esta experiência televisiva são apenas cobaias de uma micro realidade que depois pode ser usada contra si. Entramos carregados de sonhos e expectativas, mas quando saímos temos grande parte de uma sociedade hipócrita a apontar-nos um dedo. Isto porque dentro dessa micro realidade despimo-nos de personagens e revelamos as nossas maiores fraquezas. Choramos, rimos, tomamos posições (nem sempre as mais corretas). No meio de tanto corta e cola, toda esta exposição torna-nos vulneráveis aquela que é a verdadeira realidade: a nossa vida Pós-reality, que é muito mais do que um programa de televisão e 1500 redes sociais“, acrescentou.

O Big Brother é feito de pessoas reais que representam toda a dicotomia presente na sociedade. Nesse espaço somos: verdadeiros/falsos; justos/injustos; amigos/inimigos; altruístas/egoístas. Mas em nenhum momento deixamos de ser humanos. Este tratamento desigual que eu sinto nem sequer está tao relacionado com as marcas que represento. Pessoalmente sinto mais esse desprezo por parte dos órgãos de comunicação social. Incrível, não é? Não sou mais, nem menos do que um ator ou um modelo. Sou apenas a Jéssica Nogueira, igual a tantas outras pessoas neste mundo, com a diferença residual de ter participado num reality show no único país que faz “delete” às pessoas (sim, pessoas) que um dia se atreveram a expor numa micro sociedade cheia de condicionantes a verdadeira essência do ser humano com todos os defeitos e qualidades que nos caracterizam“, explicou.

Só quando assumirmos através de ações que somos de facto todos iguais é que podemos verbalizar publicamente qualquer causa social que defendemos. Até esse dia chegar, vivemos na utopia hipócrita de uma igualdade desigual. And thats all folks!“, rematou.

Leia Também: Big Brother. Pipoca Mais Doce comenta humilhação de Ricardo a Joana: “Foi abusivo”

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo