Gossip

Paulo Válter em sofrimento após acusações e ameaças: “estou a ser julgado em praça pública”

Paulo Válter, que participou no programa ‘O Amor Acontece’ (TVI), está metido em problemas.

Durante a madrugada ele publicou uma fotografia do pé com sangue e um texto difícil de entender.

Só que umas horas antes, ele foi acusado nas redes sociais de mentir e agredir uma pessoa [cliente]. O texto é muito confuso (lê aqui).

Entretanto, na manhã desta segunda-feira, 12 de outubro, Paulo Válter divulgou através do InstaStory algumas mensagens escritas e de voz com ameaças e insultos. Para além disso, ele mostrou o seu carro vandalizado com riscos.

Ao início desta tarde, Paulo Válter pronunciou-se em vídeo sobre toda esta polémica: “Boa tarde, meus queridos! Então é o seguinte: como vocês podem ver estou numa fase bastante complicada, fui acusado injustamente de uma mentira que eu bati numa mulher, que eu agredi uma mulher com marcas que eu não fiz. Eu agora vou ter que comprovar isso, eu vou à Polícia Judiciária apresentar uma queixa, eles vão ter que ir atrás dessa pessoa porque eu tenho a minha imagem na Internet a dizer que eu agredi uma mulher que não aconteceu“.

Isto não se faz a ninguém. Ninguém! Isto é desumano, eu nunca passei isto na minha vida. Se eu tenho que passar por esta tempestade, eu passo, mas só vos peço uma coisa: deixem a minha família em paz! Deixem a minha mãe em paz, deixem o meu irmão em paz, a minha avó e o meu avô. A mim se me quiserem fazer mal, podem fazer mal. Agora eu não agredi mulher nenhuma… isto não se faz a ninguém“, acrescentou.

Emocionado e visivelmente exaltado, o jovem garantiu: “Eu não aceito estas mentiras! Porque eu não agredi aquela mulher, eu não parti óculos a nenhuma mulher e eu estou a ser julgado em praça pública por uma coisa que eu não fiz, uma difamação enorme, várias mensagens de ameaças de morte“.

Paulo Válter pediu “espaço” aos seguidores e agradeceu as mensagens de carinho e de força. “Deixo a fama, deixo tudo, que se lixe a fama, que se lixe essas coisas, porque primeiro está a família, entendem? Estas pessoas têm de pensar isso. Por causa de um kispo, uma troca de um kispo. Eu estava no trânsito, eu cheguei atrasado e a pessoa disse ‘Vai para casa, depois eu venho. (…) Porque é que as pessoas são tão más? Porquê? Não se faz isto a ninguém“, rematou.

Leia Também: “É verdade que namoraste com o Angélico?”: Antiga moranguita responde!

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo