GeralGossip

Rita Pereira: noitadas e mentiras. “Ela podia ter continuado”

Rita Pereira anunciou no último domingo, dia 8, em directo, a desistência do Dança com as Estrelas.

Amparada por duas muletas, a actriz baralhou-se na descrição e data da lesão contraída nos ensaios e na ida que se seguiu ao hospital, mas com a ajuda do seu parceiro de muitas galas, Pedro Borralho, a história lá se compôs. Certo é que uma das principais favoritas à vitória saía de cena às portas da final, deixando o caminho aberto para os três sobreviventes — Raquel Tavares, Pedro Teixeira e Sara Matos.

[wp_bannerize group=Geral random=1 limit=1]

Apesar do ar infeliz que a todos comoveu e do desabafo [highlight]”fiquei muito triste, nem me apetecia sair de casa”[/highlight], a verdade não é bem essa: Rita Pereira não ficou em casa a descansar, conforme ordens médicas, muito menos deprimiu. A TV Guia apanhou-a na madrugada de sexta-feira para sábado, dia 7, toda a noite na discoteca Tamariz, no Estoril, na companhia de alguns amigos, entre eles Rodrigo Menezes — com quem contracena e mantém cenas íntimas na novela da TVI, Destinos Cruzados, nos papéis de Nanda e Lourenço, respectivamente. Afinal, nessa noite, um dos DJs de serviço era Demo — Tó Pereira, o vocalista dos Expensive Sou] -, com quem a actriz mantém uma [highlight]”amizade colorida”[/highlight]. Esta relação nunca foi confirmada por nenhum dos dois, mas a verdade é que são vistos juntos frequentemente. “A Rita , Pereira esteve aqui na sexta-feira, sim”, confirmou Nuno Castela, o DJ residente daquela discoteca do Estoril. “Ela esteve sempre na pista de baixo com os araigos — um deles era o Rodrigo Menezes —, que era onde o Demo estava a pôr música”, continuou o DJ.

Outra coisa não seria de esperar se recordarmos que, em 24 de Agosto, quando Os Expensive Soul actuaram em Cascais, Rita Pereira lá estava na primeira fila, em exuberante apoio. Tal como há dois anos, quando estiveram juntos no Brasil, por altura do Rock in Rio —que regressou agora a terras cariocas (já lá vamos…). Aliás, outra fonte presente no Tamariz, naquela madrugada de fim-de-semana, é categórica: “O Num [amigo comum] jurou-me que são namorados!”. Amores à parte, as dúvidas quanto à gravidade da lesão adensam-se / quando a mesma fonte presente no local revela: “A Rita doente? Ela esteve a noite toda a ‘bombar’ na pista, chega-mos às 02:00 e já lá estava, saímos às 04:00 e ainda lá ficou!”, diz, em tom incrédulo.

“E quando uma fã lhe disse que gostava muito de a ver dançar, na televisão, ela respondeu: ‘Mas já não me vais ver dançar mais’. E, depois, em tom sarcástico acrescentou, após uma pequena pausa: ‘Estou lesionada…’.”

 [wp_bannerize group=Geral random=1 limit=1]

DÚVIDAS E… COMPARAÇÃO COM IVA

Também na Tvi e na Endemol, produtora de Dança com as Estrelas, a surpreendente desistência de Rita Pereira foi recebida com um misto de desagrado e desconfiança. “A Iva [Domingues] teve uma lesão igual e continuou?”, desabafam. “ela disse mais do que uma,vez que, por causa do prolongamento do programa até dia 22, já não podia ir ao Rock in Rio. como gostava”, acrescenta a mesma fonte.

Na verdade, quando o talent show começou, era previsto nessa data já estar no ar a Casa dos Segredos 4— cuja estreia foi, entretanto, adiada para 6 de Outubro, devido às Eleições Autárquicas, a 29 de Setembro. Certo é que Rita Pereira terá contraído uma rotura muscular durante os ensaios para o Dança com Estrelas semelhante à que Iva Domigues sofreu logo na primeira semana do programa. “A Iva não quis desistir e assumiu a responsabilidade de se manter no concurso. Ela sabia os riscos que corria e, apesar de lhe ser mais fácil parar, ela não o quis fazer. Então, através de um trabalho conjunto, conseguimos contornar o problema. Ela fazia fisioterapia e, muitas vezes, as coreografias eram limitadas, mas mesmo assim continuou”, reconhece à TV Guia António Gaspar, o fisioterapeuta que tratou o caso da apresentadora da TVI. “Provavelmente, a Rita podia ter continuado se assim o tivesse entendido, mas ,optou por jogar pelo seguro”, acrescentou António Gaspar não conhece particularmente o caso, no entanto, revela como tratou lesões semelhantes: “Uma lesão com três centímetros é significativa e é necessário ter alguns cuidados. O repouso de alguns dias é essencial, bem como o uso de muletas. [highlight]E preciso imobilizar o músculo mas ao fim de alguns dias, a pessoa pode fazer uma vida relativamente normal[/highlight]. A fisioterapia é aconselhada durante dois ou três meses, mas a pessoa pode andara conduzir, por exemplo

Não falo especificamente do caso da Rita, porque não o acompanhei, e cada caso é um caso. No geral, pode haver necessidade de tomar analgésicos e anti-inflamatórios ou até fazer ultra-sons”.

 [button color=”red” size=”small” link=”https://dioguinho.com/go/yorn-extravaganza/” target=”blank” ]PEDE O TEU CARTÃO YORN EXTRAVAGANZA DE BORLA AQUI[/button]

 

PARCEIRO (TAMBÉM) FRUSTRADO

Contactada pela TV Guia, Rita explica, agora, a sua versão do acidente: “Felizmente no programa nós tínhamos um fi-sioterapeuta 24 horas por dia. Foi ele que se apercebeu do que me tinha acontecido. Mandou-me esperar 24 horas até ir ao hospital para me fazerem o diagnóstico correcto. E foi quando soube isto. Está a correr melhor que esperava mas vou ter que fazer tudo com calma”. Até Pedro Borralho, o par de Rita no concurso, não se apercebeu de imediato da lesão: “Estávamos a treinar, eu estava a ver umas coreografias e ela a fazer umas rodas sozinha, quando me disse que se tinha magoado, eu não estava com ela. Foi logo assistida pelo fisioterapeuta, que está lá connosco, tendo feito inicialmente um estiramento”. A pior notícia veio depois:

“Ela diz que teve imensas dores nessa noite e foi ao Hospital da Luz. Foi quando o médico lhe diagnosticou a rotura de três centímetros no músculo e aconselhou a uma paragem de seis semanas”. O bailarino — que também se lesionara duas semanas antes, na cervical, e foi assistido pelo INEM em plena gala — está inconsolável por não ter chegado à final de Dança com as Estrelas.

“E um sentimento de tristeza e frustração. Trabalhámos e ficámos pelo caminho Sou muito competitivo, não gosto de perder. Estou triste. E como morrer na praia. Tínhamos fortes hipóteses de ganhar, mas estas coisas não se podem controlar.A Rita magoou-se e os médicos aconselharam-na aparar”, desabafa o bailarino, que ressalva: “A Rita podia ter continuado no programa, mas precisava de assinar um termo de responsabilidade. Mas ela não quis arriscar e eu com-preendo-a, agora no final já estamos to-dos muito exaustos física e psicologicamente São muitas horas de ensaios, mui-tas galas… é desgastante. E a lesão podia piorar se ela continuasse”, explica Pedro, comparando com o “caso” de Iva Domingues.

AS VANTAGENS DA LESÃO

Independentemente da falta (de força) de vontade para continuar, a verdade é que Rita Pereira se debatia há semanas com problemas pelo prolongamento do programa da TVI — recorde-se que nos dois últimos anos a Casa dos Segredos começou em meados de Setembro… Expliquemos: antes de ter aceite o desafio para participar no Dança com as Es-trelas, a actriz já tinha agendado um outro compromisso profissional: está a gravar o filme Sei Lá de Joaquim Leitão, baseado no romance com o mesmo nome, de Margarida Rebelo Pinto. “A protagonista é a Leonor Seixas e a Rita faz apenas uma pequena participação como secretária de Redacção”, conta à TV Guia uma fonte da produção.

A actriz gravou intensamente de segunda a quarta da semana passada, dias 9 a 11 – “12 horas por dia”, dizem-nos – por ironia do destino, nas instalações da Impresa (proprietária da SIC). “Não posso falar nada sobre isso, juro”, reage Rita Pereira, ao contacto da TVGuia.

Porém fonte da produtora garante, que “ela chegou sempre com  a muleta e fez a maior parte das cenas sentada. Também cheguei a pensar que fosse fita, mas depois, quando ela tentou fazer algumas cenas com a Leonor Seixas, de pé, notava-se que tinha dificuldade em pôr o pé no chão. Mesmo assim acho que ela aproveita bocadinho o facto para ter mais atenção”, explica a mesma fonte, com um sorriso. O elenco segue esta semana para o Alentejo, com filmagens à noite, mas a actriz da TVI só volta a este trabalho na segunda-feira, 23, de novo na zona de Lisboa. “É bom sinal, fico contente por ela. Já sabia do filme. Ela já me tinha contado que tinha passado no casting ficou toda contente”, ressalva Pedro Borralho, o par de Dança com as Estrelas. Mas há mais: se cumprisse as últimas duas semanas no talent show da TVI, com ensaios diários (de terça a sexta-feira) “a doer”, Rita Pereira também não poderia estar esta quarta-feira, dia 18, a gravar spots e promos para a campanha de rentrée do canal FOX, que também envolve o actor Ricardo Carriço e o modelo Pedro Guedes. A juntar a isto, como já se disse, Rita Pereira queria muito voltar ao Rock in Rio Brasil. E a própria que o confirma “Adorava ir ao Rock in Rio ver o Justin Tim-berlake [15 de Setembro}, mas nem quero pensar nisso. Não dá. Tinha tudo mais ou menos planeado más depois chamaram-me para o programa e tive que repensar a minha vida”. Mas um amigo da actriz garante que Rita já, tem tudo mais que pensado. “Ela em princípio vai para Angola ter com uma amiga. Ela já falou nisso várias vezes. Mas com a fisioterapia não sei se vai quando queria“. A própria actriz não confirma: “Férias? Agora é a rotura que manda. Não sei mesmo como vai ser”.

fonte tvguia

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo