Geral

Caso Rúben Semedo: Exames provam que menor teve relações antes da queixa

Rúben Semedo, vai ser ouvido esta quinta-feira pelo juiz no Tribunal Central de Atenas.

O internacional português e o empresário nigeriano Jeff Ogutsukou são acusados de terem violado a jovem de 17 anos. O jogador está revoltado e na terça-feira à saída do tribunal atirou, “Estou inocente. Foi tudo feito pelo dinheiro”.

Certo é que os exames feitos à jovem, revelam que ela teve relações sexuais nas horas que antecederam à queixa.

O CM dá ainda conta que foram feitas perícias que revelam que ela tem “uma personalidade organizada, ou seja, credível“.

A defesa do internacional português alega que estes exames provam que ela não sofreu abusos sexuais e que tudo foi consentido.


“Esperamos apenas pelo interrogatório de quinta-feira para saber a decisão do juiz. A inocência será provada”, disse o advogado.

Stavros Georgopoulos, já tinha referido a imprensa que “uma rapariga sozinha procurou-o na sexta-feira à noite, perguntou se poderia ir ter com ele na companhia de uma amiga e depois aconteceu o que aconteceu”.

“Se eu fosse à casa de alguém e me violassem, sairia imediatamente. Neste caso, ela continuou lá [em casa do jogador], mandaram vir comida, fumaram shisha e, se não tivesse existido esta queixa, provavelmente ainda continuariam lá. Não pode ter existido violação, caso contrário ela não teria mandado mensagem [a Rúben Semedo] para se voltarem a encontrar na noite seguinte”.

Leia Também: Francisco Pinto Balsemão arrasa e faz acusações graves a Cristina Ferreira

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo