Gossip

Clara de Sousa recorda morte do pai: “Fui angustiando, chorando”

Na véspera dos Globos de Ouro, Clara de Sousa foi entrevistada por Daniel Oliveira no “Alta Definição”.

A jornalista da SIC explicou a maneira como se aguenta nas fases mais complicadas: “Há uma clara voz dentro de mim que diz ‘mulher, levanta-te! Levanta-te do chão, tens que te levantar já, porque não podes ficar nisto, não te podes entregar. Não te entregues à escuridão, não te entregues a esse buraco nem a esse abismo. Mexe-te e vai em frente’. E foi o que eu fiz sempre“.

Clara de Sousa perdeu o pai no passado mês de julho: “Neste período, a minha maior preocupação foi mesmo o meu pai (…) [Fui] Angustiando, chorando, tentando estar otimista, mas sabendo que é a velhice é uma coisa dura […] A falta dos que partem está sempre ocupada naquele cantinho em que eles estão. Não é física, mas eles estão“.

Em 2002, a pivô do Jornal da Noite esteve de luto pelo falecimento da mãe: “Emagreci quilos e quilos porque estava mesmo angustiada, mas encontrei sempre força para ir trabalhar, ganhar ânimo, ganhar foco. Ir abaixo todos vamos, o que importa é a capacidade de nos reerguer-mos“.

Leia Também: Zé Lopes foi vítima de bullying: “Eu levei tareias. Eu era saco de pancada”

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo