FamososGeralGossip

Nuno Santos esclarece em direto a saída de Judite Sousa da CNN Portugal

O diretor de informação da TVI e da CNN Portugal pronunciou-se no programa 'Dois às 10'.

Judite Sousa foi a estrela no arranque da CNN Portugal, mas bateu com a porta ao canal.

Já se tinha notado a ausência de Judite Sousa na CNN Portugal, mas agora é a própria que confirma tudo nas redes sociais.

Uma seguidora perguntou a Judite Sousa, “Deixou a CNN?”. A jornalista não hesitou em responder, “Há mês e meio. Obrigada….Abandonei, sim. Denunciei o meu contrato a recibos verdes há mês e meio. Obrigada”.

No programa “Manhã CM” desta terça-feira, 2 de agosto, Duarte Siopa revelou todos os motivos para a saída de Judite Sousa. O apresentador começou que referir que foram “motivos bastante graves” e obteve as informações através de “uma fonte bastante segura”, nomeadamente, a alegada falta de um contrato, de um seguro na guerra da Ucrânia e falta de apoio da estação.

Nuno Santos, diretor de informação da TVI e da CNN Portugal, entrou em direto no programa “Dois às 10” para deixar um “conjunto de esclarecimentos” aos telespectadores.


De facto, a saída da Judite é uma circunstância, uma situação que nos deixa bastante tristes. Vamos lá por partes: ponto número 1, nós tivemos conhecimento ontem nas redes sociais que a Judite terá denunciado o seu contrato de trabalho; para nós, isso foi uma novidade porque não é essa a informação que nós temos aqui, a Judite tem um contrato de prestação de serviços com a TVI e com a CNN Portugal e está de baixa médica, a seu pedido, até ao próximo dia 11 de agosto”, começou por referir.

Segundo facto: hoje têm sido incessantemente repetidas notícias, por exemplo, que dão nota de que quando a Judite foi como enviada especial para a guerra da Ucrânia o terá feito – e portanto isso seria algo a apontar-nos – sem seguro, o que num teatro de guerra é algo impensável, isso também não é verdade. A Judite foi para Lviv, na Ucrânia, obviamente, com um seguro”, explicou.


Ponto número 3: também terá sido dito que, nessa circunstância, a Judite terá estado, por exemplo, sem acesso a dinheiro, sem condições para trabalhar, (…) isso não tem correspondência com a verdade. Ainda outra nota que está hoje um pouco espalhada pelas redes sociais e divulgada por um canal de televisão, que tem obviamente ajustes de contas para fazer connosco, que nós do ponto de vista editorial não teríamos colocado à disposição da Judite todos os meios para ela fazer o seu trabalho. Ora, isso não é verdade: a Judite escolheu a equipa com a qual quis trabalhar, escolheu esse conjunto de pessoas e nós, na direção, demos-lhe todo o apoio ao longo de todo este processo”, prosseguiu.

Não podemos deixar que no espaço público se digam inverdades, mentiras sobre aquilo que está a acontecer e não permitiremos que isso aconteça“, rematou o diretor.

Leia Também: Pedro Mourinho a um passo da CMTV

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Botão Voltar ao Topo