BB2020

Pedro Soá desabafa: “Ser figura pública não é estar disponível para ser criticado 24 horas”

Pedro Soá partilhou, no passado sábado (11), um longo desabafo com os seus seguidores no Instagram.

O ex-concorrente do ‘Big Brother 2020’ e ‘BB – Duplo Impacto’ começou por referir que é “uma pessoa super animada, divertida e irónica” e que quando entrou no reality show foi “para promover os meus projetos, aproveitar a projeção que a televisão nos dá e divulgar as minhas ideias. Nunca fui com o intuito de ser famoso, ficar rico ou sonhar com algo mais“.

Mas cedo percebi (sem contar com a pandemia que nos abraçou), que tinha sido um erro, ainda dentro do hotel no BBZOOM. Perguntei a mim mesmo várias vezes o que estava ali a fazer, já que não fazia sentido entrar. Ponderei durante os 18 dias que passei naquele hotel e entrei“, confessou.

Deparei-me com a realidade dentro da casa. Pessoas, objetivo do projeto para a TVI e Endemol e como a sociedade interpretava um reality show. Se me perguntarem se valeu a pena?! Direi que sim pela experiência e pessoas que conheci. Se por outro lado compensa?! Direi que não!“, prosseguiu.

Vamos na quarta edição de um show que nada muda, não evolui e não satisfaz quer seja produção, canal e sociedade. As mentalidades pouco evoluíram e compara-se o incomparável. Digo muito abertamente que não somos um país de realitys, não temos estrutura. As pessoas não estão preparadas. O que deveria ser para ‘rampa de lançamento’ de muitos (jovens com potencialidades) futuros atores, comediantes, músicos, etc., produz o efeito contrário“, lamentou.

O ‘tubarão’ garantiu que não voltará a participar em “qualquer tipo de reality em Portugal (seja qual for o formato, valor oferecido ou canal)“. “Acusam-me de colocar em ‘bicos dos pés’ para aparecer. Tudo aquilo que fui como concorrente ficou dentro da casa da Ericeira. E tudo aquilo que sou como comentador na TVI ou humorista amador nas plataformas sociais, fica por aí“, comunicou.

Pedro Soá define-se como “um homem de convicções, conservador no que toca a educação e bases familiares” e nunca esteve envolvido em “problemas conjugais, fofocas amorosas ou distúrbios de qualquer tipo”. “Saibam distinguir os concorrentes das pessoas reais. (…) Deixem de procurar defeitos com quem não simpatizam para justificar críticas destrutivas, ofensas ou aniquilação de carácter“, apelou.

Lembrem-se sempre que hoje somos nós, amanhã podem ser vocês, mesmo em outro tipo de situação na vida. Ser figura pública não é estar disponível para ser criticado 24 horas. Receber mensagens ofensivas 24 horas. Ser obrigado a partilhar tudo a toda a hora e não pode ter uma vida normal“, acrescentou.

Leia Também: Maria Vieira ‘destrói’ Big Brother Famosos: “Caixote de lixo televisivo”

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Botão Voltar ao Topo