CNN Portugal confirma saída de Judite Sousa: "A empresa não deve 1 euro à jornalista"

02 Agosto 2022
Adicionar comentário

A jornalista bateu com a porta do canal e gerou polémica!

02 Agosto 2022
Adicionar comentário

Judite Sousa foi a estrela no arranque da CNN Portugal, mas bateu com a porta ao canal.

Já se tinha notado a ausência de Judite Sousa na CNN Portugal, mas agora é a própria que confirma tudo nas redes sociais.

Uma seguidora perguntou a Judite Sousa, “Deixou a CNN?”. A jornalista não hesitou em responder, “Há mês e meio. Obrigada….Abandonei, sim. Denunciei o meu contrato a recibos verdes há mês e meio. Obrigada”.

No programa “Manhã CM” desta terça-feira, 2 de agosto, Duarte Siopa revelou todos os motivos para a saída de Judite Sousa. O apresentador começou que referir que foram “motivos bastante graves” e obteve as informações através de “uma fonte bastante segura”, nomeadamente, a alegada falta de um contrato, de um seguro na guerra da Ucrânia e falta de apoio da estação.

Nuno Santos, diretor de informação da TVI e da CNN Portugal, entrou em direto no programa “Dois às 10” para deixar um “conjunto de esclarecimentos” aos telespectadores e desmentiu as informações veiculadas por Duarte Siopa.

Entretanto, a direção da CNN Portugal emitiu um comunicado oficial: “Judite Sousa tem com a CNN Portugal um contrato de prestação de serviços. A natureza do vínculo (assente nos chamados “recibos verdes”) foi acordada pelas partes, por proposta da própria jornalista“, começou por referir.

Neste momento, Judite Sousa mantém o vínculo à estação, estando ausente por baixa médica até ao dia 11 de agosto“, informou. “No cumprimento dos procedimentos internos, que se aplicam a todos os colaboradores da empresa, o pagamento por prestação de serviços acontece mediante apresentação de fatura. Judite Sousa esteve, de facto, uns meses sem receber porque não enviou fatura, apesar de ter sido instigada várias vezes a regularizar a situação. Neste momento, a empresa não deve 1 euro à jornalista“, garantiu.

Sobre o seguro de saúde, e com vista a ter uma proteção superior, o que se fez aquando da partida de Judite Sousa para a Ucrânia foi um contrato com inscrição na Segurança Social. Isso aconteceu com a concordância da jornalista e do seu advogado. A empresa agiu com zelo neste caso e no de todos os jornalistas que desde fevereiro têm estado a cobrir o conflito

Adicionar comentário
Artigo seguinte